Nova gasolina se torna obrigatória em agosto e deve ser mais cara, mas eficiente

A gasolina vendida em todo o Brasil deve seguir novas especificações elaboradas pela Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP) a partir do próximo dia 3 de agosto. A modificação visa melhoria no rendimento dos veículos. No entanto, elevará o preço.

As novas especificações estipulam uma massa específica mínima e um valor mínimo de octanagem RON (sigla em inglês para número de octanas pesquisa). A exigência partiu de montadoras para introdução e ajuste de motores eficientes.

A expectativa é que, com as mudanças, haja redução de 4% a 6% no consumo de gasolina por quilômetro.

Na primeira fase das mudanças, que entram em vigor em 3 de agosto, o valor mínimo de RON será 92. Em janeiro de 2022, o número será elevado para 93, mais próximo dos 95 vigentes na maior parte da Europa. Para a gasolina premium, o valor mínimo será de 97 já em agosto deste ano.

Fonte: Jornal Opção

Imagem: Ilustrativa

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *